domingo, 19 de fevereiro de 2017

Pastéis de Feijão


    “Catar feijão se limita com escrever:
      Jogam-se os grãos na água do alguidar
      E as palavras na da folha de papel;
      e depois, joga-se fora o que boiar.
      Certo, toda palavra boiará no papel,
      água congelada, por chumbo seu verbo;
      pois catar esse feijão, soprar nele,
      e jogar fora o leve e oco, palha e eco.”
                                               João Cabral de Melo Neto




O que leva:

Massa folhada ( duas embalagens - 30 pastéis)

Recheio:
500 g de açúcar; 

100 g de feijão branco cozido
25 g de amêndoas
6 ovos
6 gemas
farinha
açúcar em pó






Como se faz:

O recheio faz-se pelando-se as amêndoas que a seguir se ralam. Passa-se o feijão pelo passador. Juntam-se as amêndoas ao puré de feijão e adicionam-se os ovos inteiros e as gemas passados por um passador de rede.
Leva-se o açúcar ao lume com um pouco de água e deixa-se ferver até atingir ponto assoprado (39º Baumé ou 115º C). Adiciona-se o xarope ao preparado de feijão, amêndoas e ovos. Mistura-se muito bem.
Enquanto o recheio arrefece, forram-se forminhas de queques com a massa folhada. Enchem-se com o recheio, polvilham-se com um pouco de farinha e depois com açúcar em pó.
Levam-se a cozer em forno quente (225º C) durante cerca de 25 minutos.







sábado, 18 de fevereiro de 2017

Éclairs au Cacao




Ingredientes da massa choux:

2,5 dl de água
75 gr. de manteiga ou margarina
3 ovos
180 gr. de farinha
uma pitada de sal
1 casca de limão

Preparação da massa choux:
Deite a água num tacho e junte a manteiga, uma pitada de sal e a casca de limão.
Leve ao lume e quando ferver, retire do calor e junte a farinha de uma só vez. Mexa de modo a obter uma bola que se despega do tacho. Deixe arrefecer durante 10 minutos.
Junte os ovos, um de cada vez, batendo bem entre cada adição. O ovo seguinte só deve ser adicionado depois do anterior estar completamente absorvido e a massa deve ficar brilhante e  leve. Unte o tabuleiro com manteiga.
Com a ajuda de um saco de pasteleiro com boquilha lisa faça tiras de massa com cerca de 12 cm de comprimento distanciadas porque crescem bastante.
Leve a cozer em forno moderadamente quente (200 °C) durante cerca de 20 minutos. Depois baixe um pouco a temperatura e deixe cozer mais 10 minutos até alourarem como mostra a foto seguinte. Deixe arrefecer.



Creme de Cacau:200g de açúcar
1 dl de água + 5 c.s de água, 50g de cacau em pó, 40g de amido de milho, 35g de manteiga
Prepare o creme Misture, num tacho, 1 dl de água com o açúcar e o cacau. Mexa e leve ao lume, mexendo sempre até ferver. Dissolva o amido em 5 c.s de água e junte ao tacho. Mexa bem até ferver novamente. Acrescente a manteiga e mexa bem. Retire do lume, deite para uma tigela, cubra com pelicula aderente e deixe arrefecer.
Cobertura de chocolate:
Derreta no microondas durante 2 minutos,  meia tablete de chocolate  para culinária com duas colheres de margarina ou manteiga, 2 colheres de sopa de açúcar, 2 colheres de sopa de natas. Retire do microondas e mexa bem com um garfo até obter uma mistura homogénea. Deixe arrefecer um pouco e cubra os éclairs.

Polvilhe com cacau em pó se quiser um éclair com espeto diferente

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Workshop Massas de pães e bolos Teleperformance/Philips

E assim se realizou no passado sábado dia 11 de Fevereiro mais  um workshop Doces Temperos  em colaboração com a Teleperformance/Philips, cujo tema foi Massas de Pães e Bolos.

Uma partilha muito gratificante de experiências sempre com o objectivo de mostrar que a cozinha desde que confeccionada com prazer está ao alcance de todos.
RECEITA DE PÃO RÁPIDO COM SEMENTES

CONFECÇÃO DA RECEITA DE UM BRIOCHE

NAKED CAKE

PRECIOSA COLABORAÇÃO DE UMA DAS PARTICIPANTES NO WORKSHOP MOSTRANDO A PIZZA RÁPIDA

UMA PLATEIA MUITO HETEROGÉNEA 

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Mousse de Chocolate e Laranja com pedacinhos de Ferrero Rocher

Como a alegria evita mil males e prolonga a vida, parece-me que uma mousse de chocolate pode ser um excelente elixir da juventude pois é impossível não nos sentirmos profundamente  alegres com a possibilidade de nos deliciarmos com tão aprazível doçura.

Esta é uma  clássica receita de família que todos fazem e que a todos sai bem mas que decidi aprimorar, acrescentando raspa de laranja e pedacinhos de  Ferrero Rocher.
Sendo assim não percam tempo, sejam eternamente alegres...



O que leva:

200gr de chocolate 70% cacau
6 colheres de sopa de açúcar
6 Ovos
6 colheres de sopa de manteiga
1 colher chá de raspa de laranja
4 bombons Ferrero Rocher partidos em pequenos pedaços





Como se faz:

Derreter o chocolate em banho maria com a manteiga. Deixar arrefecer um pouco.
Bater as gemas com açúcar e a raspa de laranja.
Bater as claras em castelo bem firmes.
Juntar o chocolate em fio e aos poucos à mistura das gemas e açúcar. Envolver por fim as claras em castelo e os pedaços de 2 bombons. Colocar em taças, polvilhar com os restantes pedaços de bombom  e colocar no frio.


sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Churreria Los Artesanos 1902 - Madrid

A Churreria Los Artesanos 1902 situada na calle San Martin 2, em pleno centro de Madrid, é uma das mais antigas da cidade e pertence há quatro gerações à mesma  família, curiosamente a mais velha família “churreira” de Espanha.


A Churreria/Chocolateria é um lugar encantador, que mantém a atmosfera do inicio do século 20, oferecendo além dos famosos churros com chocolate quente, os pestiños, ou  as floretas de mel, de chocolate, de açúcar e canela empoleiradas em enormes  torres sobre o balcão, para nos prender a vista e o estômago.


Os Churros “son preciosos, porsupoesto" mas é impossível não ficar rendido ás floretas de açúcar e canela, confeccionadas  com uma surpreendente massa extra fina e estaladiça, polvilhadas de açúcar e canela.



A Churreria Los Artesanos 1902 é sem dúvida um dos meus lugares de eleição em Madrid. Daqueles onde apetece passar o final de  uma tarde fria e chuvosa, em boa companhia, saboreando uma boa conversa acompanhada de um pedaço de churro com chocolate quente ou de uma e outra floreta ...






terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Astúrias - O reino dos Queijos

Astúrias é a região no mundo com mais queijos autóctones. Existem cerca de 53 tipos de queijos elaborados e reconhecidos.
Reza a história que esta  imensa variedade de queijos tem origem  no reinado cristão da antiga Astúrias onde cada família tinha a sua própria receita de queijo e fazia questão de a guardar como uma espécie de tesouro familiar.


Hoje em dia é possível encontrá-los um pouco por toda a região, mas sem dúvida que descobrirá sabores únicos em mercados como o de Cangas de Onis, um dos muitos “pueblos” encantadores dos Picos da Europa.


O queijo Cabrales, o Gamonedo e o Afuega’l Pitu são os  três únicos queijos Asturianos com "denominación de Origen" Espanhola mas existem muitos outros tipos de queijos de cabra, vaca, ovelha, mistura, fumados, azul, cremosos, curados etc…




Fica a titulo de curiosidade a lista de queijos autóctones das Astúrias, muitos deles ainda elaborados de maneira artesanal.

Queijos de vaca

· Queso de El Carballo: Taramundi. Duas variedades com e sem nozes.
· Queso de Oscos: Grandas de Salime.
· Queso de Abredo: Coaña.
· Queso de Xenestoso: Cangas del Narcea. A sua produção é mínima.
· Queso del Valle del Narcea: Salas.
· Queso de Fuente: Proaza.
· Queso de Afuega'l pitu:
· Queso de La Peral: Illas.
· Queso Varé ecológico: Siero. Neste caso, leite de vaca e um dos poucos queijos ecológicos de Asturias. Certificado pelo Conselho Regulador da Agricultura Ecológica Asturiana.
· Queso Ovín: Nava. Existem três variedades: vaca, cabra e ovelha.
· Queso de Urbiés: Mieres. De produção muito escassa.
· Queso Casín: Caso e Sobrescobio.
· Queso de Los Beyos: Ponga y Amieva
· Queso de Caxigón: Cabrales.
· Queso de Canal de Ciercos: Peñamellera Baja. Durante alguns meses do ano  elabora-se também este queijo com leite de cabra e ovelha.
· Queso Monje: Peñamellera Baja. Variedad normal e picante (Queso Monje Picón).
· Queso Cueva de Llonín: Peñamellera Alta.
· Queso de Miranda: Alto de La Miranda
· Queso de Los Carriles
· Queso de Injestu
· Queso de Piedra





Queijos de cabra

· Queso Varé: Siero.
· Queso Ovín: Nava.

· Queso de La PeñaSan Martín del Rey Aurelio.
· Queso de Collada: Amieva.
· Queso Cuevas del Mar: Llanes.
· Queso de Peña Tú: Llanes.
· Queso de Porrúa: Llanes.
· Queso de La Chivita: Peñamellera Baja.
· Queso de El Boxu: Queijo elaborado em Soto de Cangas de Onís


Queijos de ovelha

· Queso de Jalón: Cangas del Narcea.
· Queso Ovín. Nava.
· Queso de Collada: Amieva.
· Queso Oveyeru: Amieva.
· Queso de Porrúa: Llanes.

Queijos de mistura de leites

· Queso de Madelva: Piloña. Leite de vaca e ovelha.
· Queso de Gamonedo: Cangas de Onís e Onís
· Queso de Cabrales
· Queso de Urriellu: Llanes. Leite de vaca e cabra.
· Queso de Pría: Llanes. Leite de vaca e ovelha.
· Queso de Vidiago: Llanes. Leite de vaca e cabra.
· Queso de Peñamellera: Peñamellera Alta. Elaborado com os três tipos de leites.
· Queso de La Chivita: Peñamellera Baja. Vaca e cabra.
· Queso Rozagás: localidade de Llanes
· Queso de Arangas






segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Bolachinhas de aveia com pepitas de chocolate e coco



O que leva:
  • 200 g de manteiga sem sal amolecida
  • 150 g de açúcar amarelo ou mascavado
  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de coco ralado
  • 150 g de farinha integral
  • 1 pitada de sal fino
  • 80 g de flocos de aveia
  • 100 g de pepitas de chocolate ou chocolate partido em pequenos pedaços



Como se faz:

Mexer a manteiga amolecida com o açúcar, depois juntar os ovos inteiros e a baunilha e bater mais um pouco, em seguida juntar a farinha com o sal, mexer novamente e finalmente juntar a aveia e as pepitas de chocolate.
Num tabuleiro forrado com papel vegetal, deitar um pouco de cada vez com uma colher de sopa e dar o formato redondo de bolacha. Cozer durante 12-15 minutos. Deixar arrefecer e descolar do papel.