terça-feira, 11 de maio de 2010

Tortas de Azeitão

As tortas de Azeitão são um doce regional que aprecio e que há muito queria tentar confeccionar. Fiz alguma pesquisa sobre o assunto e lá me decidi. O resultado foi uma surpresa porque as tortinhas de Azeitão ficaram realmente uma delicia. Já agora antes de passarmos à receita queria contar-vos um pouco da sua história.


“Quando se fala na origem das tortas de Azeitão  tem que obrigatoriamente se referir em especial  Manuel Rodrigues, O Cego, que exercia as actividades de hospedeiro e aguadeiro ao domicílio na região de Azeitão, e que graças às preciosas mãos de sua esposa D. Maria Albina, e de sua filha, se tornou um fabricante reputado de uns deliciosos bolos - os «SS», as roscas e os amores de Azeitão - que desde o princípio do século se tornaram conhecidos e passaram a ser mais um pólo de atracção da região.
Recorda-se que estes bolos eram cozidos de início no forno da padaria de João Alface, e eram particularmente apreciados quando se comiam acompanhados de um cálice do não menos famoso moscatel roxo , também fabricado nesta localidade.
A filha de Manuel Rodrigues idealizou e fabricou, um pouco mais tarde, os  queijinhos de ovo e amêndoa e as tortas, que adquiriram bastante fama e enriqueceram a actual e tão apreciada doçaria de Azeitão."

DSC00364

Ingredientes:

Massa:

  • 10 claras
  • 10 gemas
  • 180 grs de açúcar
  • 50 grs farinha maizena
  • Doce de ovos:
    6 gemas
    6 colheres de sopa de açúcar
    12 colheres de sopa de água fria

    DSC00370

    Preparação:


    Bater as gemas com o açúcar, muito bem.Juntar a farinha, e bater apenas o tempo de estar bem misturada. Bater as claras em castelo.
    Juntar as claras, e envolver tudo muito bem com a colher de pau.
    Untar um tabuleiro  grande de tortas, forrar com papel vegetal , e voltar a untar com manteiga, e polvilhar com farinha. O tabuleiro deve ser grande para ficar uma camada muito fina de massa ou então fazer em dois tabuleiros.Colocar o forno a 220º.
    Verter o preparado no tabuleiro, e colocar no forno, se for eléctrico, colocar na parte mais em baixo. Cozer +/- 15 minutos, não deve cozer muito, para depois não partir ao enrolar.
    Enquanto coze, preparar o doce de ovos.
    Num tacho,colocar o açúcar com a água a ferver, até ficar ponto de fio (10 minutos +/-). À parte, bate-se bem as gemas, e logo que a calda esteja no ponto, retira-se do lume, e imediatamente, junta-se às gemas, mexendo ao mesmo tempo, sem para de mexer. Leva-se ao lume, até engrossar.
    Desenformar o bolo,por cima de um pano ou papel vegetal, retirar o papel vegetal, e barrar de imediato com o doce de ovos. Colocar canela por cima do doce de ovos, na quantidade desejada. Cortar a massa em tiras de 12x8 e enrolar com a ajuda do pano ou papel.

    DSC00373

    12 comentários:

    Marina disse...

    Amélia acrwdtito que ficaram delíciosas! As tortas estão perfeitas! E eu que nunca lhes achei grande interessa fiquei com imensa vontade de lhe dar uma trinca, duas, três... lol.
    Um beijinho.

    Paulinha disse...

    Olá!
    È a primeira vez que visito o teu blog e confesso que fiquei deliciada com o pouco que vi.
    Imagino que me vou babar totalmente ao ver os teus restantes posts.
    Ja sou tua seguidora :)

    Beijinhos

    Isabelocas disse...

    Adoro, ia muitas vezes a Azeitão só para comer as famosas tortas.
    Ficaram perfeitas.
    Bjs

    ameixa seca disse...

    Nunca comi mas tenho certezinha que adoro :)

    Borboleta disse...

    Que tortas fantásticas, estou aqui quase a "babar-me" em cima do teclado!!!
    Bjs...

    Suzi disse...

    Fantásticas! Iguaizinhas às que costumo comer em Azeitão! Bjs

    Ana J. disse...

    Estou a descobrir aos poucos este delicioso blog que é o seu... estou a adorar. As fotografias são excelentes e estas tortas de azeitão já estão anotadas.. anotadissímas :)

    Wservir disse...

    Boa tarde,

    O seu blog / Site chamou a atenção dos nossos colaboradores pela qualidade das suas receitas.

    Ficaríamos muito gratos se você regista-se o seu site / blog no Petitchef.com.

    Ptitchef é um diretório com as melhores referências de sites de cozinha na web. Centenas de blogs espalhados pelo mundo já estão registados, aproveite para conhecer o site Ptitchef.(www.ptitchef.com ou http://pt.petitchef.com)

    Neste momento contamos com mais de 150 000 visitantes por dia e enviamos mais de 200 000 emails com o menu do dia, se adicionar o seu site / blog e colocar a nossa TAG no seu site poderá receber milhares de visitantes, esperamos a sua inscrição.

    Para se inscrever no Petitchef clique aquí http://pt.petitchef.com/?obj=front&action=site_ajout_form ou no link http://pt.petitchef.com e clique em "Adicionar o seu blog-site" sobre a barra laranja.


    Visite também o novo site ligado ás artes: http://pt.creatiblogs.com

    Se já se encontra registado no Petitchef, agradecemos a sua participação e pedimos-lhe o favor de nos ajudar a divulgar este site pelos seus amigos.


    Atentamente,

    Octávio
    Ptitchef.com

    Anónimo disse...

    Passei pelo teu blog por acaso, andava à procura de "macarrons" e descobri estas tortas que tem um aspecto quase igual às originais. Adorei a receita dos bolos folhados alentejanos e mais alguns doces. Parabéns pelo teu blog.Tens receitas muito boas.
    Já agora faz também uma visitinha ao meu http://canelanacozinha.blogs.sapo.pt/ Beijinhos Celeste

    ines palmela disse...

    U
    ma amiga chamou-me a atenção para o seu blog no q se refere às Tortas de Azeitão. Foi agradável ler o q escreveu mas deixe-me rectificar alguma informação. Até fiquei a pensar como é q saberia estas coisas! Então eu chamo-me Ines e sou uma dos 5 descendentes do Cego, ou seja sou filha da neta (já falecida) Maria Teresa. O engano é que a Maria Albina (a minha avó Bina) era filha do Cego e não esposa. A Casa Cego deve o seu nome realmente ao meu bisavô que era cego mas, segundo a minha avó, quem não soubesse nem dava por isso(não era cego de nascença). A avó Bina dizia q a Casa Cego era um genero de hospedaria, uma pensão e q tinha também um serviço de "catering" daquele tempo porque nessa altura Azeitão era um sitio de passagem e visita de muita fidalguia. A Casa Cego continua a fabricar as deliciosas tortas e as restantes especialidades mas já não pertence à familia. Obrigado pela referencia às origens das tortas de Azeitão, acho sempre muito interessante a procura da história das coisas porque tudo tem uma história, não é?











    Anónimo disse...

    Tem graça, estou a ler a história e ao mesmo tempo a comer uma torta de Azeitão e a beber um Muscatel Roxo... Que coincidência !!!

    That Girl disse...

    Olá!! Sou uma estagiária da Agência Lusa e gostaria de realizar uma peça sobre O Cego. Se a Amélia me pudesse contactar e informar como conseguiu essa informação ou a Inês Palmela, uma vez que é descendente directa da família, seria uma mais-valia.
    Grata pela atenção e muitos parabéns pelo seu trabalho!!